O que Jesus faria em meu lugar?
O que Jesus faria em meu lugar?
08 Julho de 2020

Há um mistério em um conclave, por mais que tenha intervenção humana; por hora nos levando a confundir a permissão de Deus com a mão suja de Satanas; Deus sempre vira o jogo.

O Magistério é a nossa força mesmo que inicialmente não entendamos o recado de Deus por meio do mesmo; hoje a Amoris laetitia faz mas sentido do que antes, até mesmo a Laudato Si, que visa sobre tudo a boa relação do homem com o meio ambiente (quem nos dera os chineses compreendessem e parassem de comer sem nenhuma precaução tantos animais exóticos)... Mas João esse virus é feito em Laboratorio, certamente há algum documento que poderia ter evangelizado alguém envolvido; quem sabe o Pacem in Terra de São João XXIII...

Portanto o que hoje não é inteligível às nossas pobres mentes; amanhã será ...

Sobre a diferença em se dirigir ao Papa e à um leigo; eu concordo que há diferença ... Mas mesmo em minhas concepções mais apologéticas, eu sempre me pergunto:

O que Jesus faria em meu lugar?

Quase sempre me emudece esse questionamento ... E por fim me resta a oração ..

Alexandre Melo lança a música Tudo vai dar certo
Alexandre Melo lança a música Tudo vai dar certo
01 Julho de 2020

O Missionário e músico Alexandre Melo lançou hoje dia 01 de Julho de 2020 a canção "Tudo vai dar certo". Trata-se de uma composição de João Victor Mariano.

A canção tem uma mensagem muito importante para o atual momento; e ganhou significativa vida na belíssima voz de Alexandre. Certamente muitas almas serão alcançadas. O Cantor que tem uma missão ligada à música lançou alguns singles; Assista ao Clipe; e acompanhe o Alexandre Melo em suas redes sociais.(https://instagram.com/alexandremelooficial).

Ouça, reze e compartilhe com os seus.

O fiel e o infiel
O fiel e o infiel
27 Junho de 2020

Quando lemos "Tudo coopera para o bem dos que amam a Deus" Romanos 8,28, nos parece que há uma barganha; se eu amo a Deus, Ele coopera comigo, caso contrário; não. Mas não há ai troca alguma, Deus é Fiel inclusive nas minhas infelidades (cf. II Timoteo 2,13)!

Ele não se afasta de mim, só eu posso me afastar Dele.

Uma explicação mais simplória: em uma ótica mais intimista; a cooperação de Deus para comigo parte de um processo espiritual, mas também muito natural; Ele é Amor; e se estou perto Dele, estou perto dos benefícios que o Amor traz à quem Dele se aproxima. Se Estou perto de Deus naturalmente o Amo; e se o Amo sou beneficiado por Seu Amor.

Deve ser uma ordem natural nossa proximidade com Deus, pois queremos não somente os benefícios de Seu Amor; mas sobretudo Sua Presença; sem esta, ai sím o homem se perde e priva-se do Eterno.

Por Fim uma reflexão para nosso crescimento: Deus é o Fiel e eu o infiel; mas se me aproximo de Deus; esta diferença é irrisória; e naturalmente terei os benefícios da cooperação de Deus; a maior delas: A SALVAÇÃO.

Seu irmão João Victor Mariano

Cristo, Mediador e Salvador do gênero humano
Cristo, Mediador e Salvador do gênero humano
20 Junho de 2020

Caríssimos irmãos e irmãs, Reflitamos hoje, sobre o papel de Cristo Mediador, Salvador do gênero humano, aquele que expiou todos os nossos pecados, se entregando na morte de Cruz, derramando todo o seu sangue pelas causas dos pecadores, causa essa que perpassar unicamente pela Salvação do homem, a remissão de todos os seus erros, transgressões, pecados.

Façamos uma reflexão muito simples, quando alguém recebe uma herança, ele o recebe de alguém que morreu, ou seja, o testador; aquele que deixou algo para o herdeiro, precisa ter a sua vida encerrada, para que o herdeiro receba aquilo que ele deixou no testamento. Assim então recebemos de Cristo a herança de Salvação; por meio de sua morte no Patíbulo da Cruz, por meio do derramamento de Seu Sangue puro, por meio da morte deste que é Justo, por nós que somos injustos. Atentemos então para esse elemento salvívico que é o Sangue de Cristo. Também no antigo testamento os líderes religiosos, os profetas levantados por Deus, lideravam e conduziam o povo de Deus, por meio de sacrifícios, holocaustos e ofertas a Deus; que também eram permeadas por derramamento de sangue, de vítimas, animais que eram oferecidos nos altares como ofertas a Deus. A Gordura animal, o sangue animal.

Olhemos por exemplo para Moisés; que assim também liderava o povo de Deus, oferecendo sacrifícios. Em um momento não somente histórico, mas com um contexto muito espiritual para nós que somos povo de Deus, Moisés terminando a proclamação dos mandamentos; Ele aspergiu com o sangue, não somente o livro que continha os mandamentos e leis do Senhor, mas também aspergiu todo o povo, justamente dentro desta visão de que; um testamento verdadeiro, ele é permeado, justificado por um derramamento de sangue.

Então imaginemos que Deus por meio da entrega de Seu Filho Único, Jesus Cristo Nosso Senhor, também escolheria um sacrifício de sangue; a morte de um inocente, e esta pessoa é Cristo Jesus; que é a prefiguração deste sacrifício de sangue feito outrora no antigo testamento e agora com características próprias e inerentes à Salvação que Cristo quer nos dar. Um Sacrifício único, diferente do antigo testamento, onde vários sacrifícios eram necessários, em várias ocasiões diferentes. Agora vem Cristo Jesus e Se entrega no Sacrifício dos sacrifícios, o único e perfeito sacrifício que é sua entrega, sua doação, a entrega de Seu Sangue e de Sua Vida no Patíbulo da Cruz.

E Cristo, o faz para selar esta Salvação de uma vez por todas, para que não fossem mais necessários, sacrifícios futuros. Ou Seja, o Sacrifício de Jesus e Sua Entrega por nós é um Sacrifício único que não precisa ser repetido. É como se Deus quisesse decretar e findar esta questão acerca da remissão dos pecados e da Salvação do gênero humano, fazendo unicamente pela Vida e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, que culmina numa morte cruel, gesto esse que muitas vezes é refletido de uma forma muito superficial. Onde por exemplo ouvimos jargões: “Foi por você que ele morreu na Cruz, foi por Amor que Ele entregou a vida por cada um de nós”. Mas precisamos ao menos tentar entender a atitude desta entrega de Cristo, que podemos dizer que é a tentativa certeira de Deus em Salvar o gênero humano de uma vez por todas. Cristo então adentra os Céus por meio de sua Ressurreição, para se firmar de uma vez por todas como nosso intercessor junto ao Pai.

Com a morte de Jesus então precisamos entender: Não precisamos de nenhum outro sacrifício para sermos remidos, porque já o fomos em Cristo Jesus, não é necessário mais nenhum um tipo de Sacrifício em vista a salvação do homem, porque Cristo já o conseguiu por meio da Sua entrega amorosa, misericordiosa e única no madeiro da Cruz. Apenas como um incremento que pode nos auxiliar em nossa vida hoje, é necessário com todas as forças, lutarmos contra o pecado, é necessário fazermos a nossa parte, para honrarmos o Sacrifício que Jesus fez.

Nós já fomos salvos, poderíamos então dizer, vou viver a minha vida do jeito que eu quero; não vou me preocupar com a minha santidade, não vou me preocupar com minha vida interior, porque eu já fui salvo. Mas entenda: honrar o Sacrifício de Cristo é se atentar para aquilo que está em Hebreus 12,4 “Ainda não tendes lutado até o sangue contra o pecado”, novamente vemos a palavra: Sangue, que significa sacrifício, esforço máximo. Hoje também somos chamados a fazer um esforço máximo para honrarmos o Sacrifício de Cristo, tendo vida reta, vida em santidade, observar o Evangelho, observar a Palavra de Jesus, observar a Palavra que Jesus crava em nossos corações, e ai sim, seremos aqueles herdeiros que honram o testamento que foi nos deixado pelo grande Testador que é Nosso Senhor Jesus Cristo.

#4 O Coaching Cristão ft. Diógenes Marques
#4 O Coaching Cristão ft. Diógenes Marques
14 Fevereiro de 2020

Neste episódio conheceremos o Diógenes que tem ajudado milhares de pessoas com suas palestras e pensamentos.

Milagres duradouros
Milagres duradouros
28 Janeiro de 2020

Você já parou pra pensar que todas as grandes conquistas podem se perder em um pequeno momento de vacilo?

Estava aqui pensando:

Todas as conquistas podem rapidamente se perder. Todo esforço feito para se alcançar uma meta podem se deteriorar diante de uma imprudência nossa. Cuidar de nossas conquistas é expressar que não queremos voltar à vida velha. Se Cristo renovou algo em nós (II Cor 5,17), devemos no mínimo nos esforçar para manter esse novo; pois, seria muita ingratidão deixarmos tudo se perder novamente.

Precisamos aprender a valorizar o esforço de Deus, e assim fazer a nossa parte para que os milagres sejam duradouros.

Para um Milagre ser eterno precisa-se da ação de Duas Pessoas: Deus e você. Acerca dos milagres podemos afirmar: Deus é executor você o zelador!

#3 O Triatleta Católico ft. Jhonathan Castro
#3 O Triatleta Católico ft. Jhonathan Castro
16 Janeiro de 2020

Neste episódio recebemos o Jhonathan Castro, um Triatleta Católico, que superou o sobrepeso e se tornou um ironman.

#2 A Beleza vem de Deus ft. Gizelle Carvalho
#2 A Beleza vem de Deus ft. Gizelle Carvalho
10 Janeiro de 2020

Primeira participação em nossa Série Talentosos. Gizelle Carvalho é Maquiadora Profissional,Musicista Católica e digital influencer. Deus pode maquiar o que é feio em nós.

#1 Introdução à Série Talentosos
#1 Introdução à Série Talentosos
09 Janeiro de 2020

Estamos começando uma nova série de podcasts. Teremos a participação de essas habilidosas.

#7 A decisão é minha.
#7 A decisão é minha.
06 Janeiro de 2020

Devemos entender que somos nós quem decidimos pelo bem ou pelo mal.

Todos os Direitos Reservados - João Victor Mariano - 2020